• Por Bruno Santos

#Ep34 – Intensificação para melhorar os índices zootécnicos

Estamos chegando ao fim de outubro de trabalhos intensos e muitos quilômetros rodados simultaneamente em Mato Grosso, Minas Gerais e Goiás. Enfrentando sol e chuva, nosso mapeamento da pecuária intensiva segue firme na missão de retratar a pecuária brasileira como ela realmente é. Isso é Confina Brasil!



Com a equipe 1, em MT, iniciamos os trabalhos na região de Nova Xavantina, no município, visitamos uma fazenda de 600 hectares que iniciou seu projeto há apenas 5 anos.


No local, o confinamento tem capacidade para 1.000 animais, mas também realizam cria e a engorda. Com pastagem bem estabelecida, estão começando a aplicar a Terminação Intensiva a Pasto (TIP). Entretanto, estrategicamente quando necessário, fazem o sequestro do gado nos piquetes para dar tempo de o restante das pastagens ganharem força, como acontece agora, nas primeiras chuvas do mês de outubro.


Com a alta no preço dos bezerros, os proprietários passaram também a ter um olhar especial com as vacas. Hoje a valorização da reposição está permitindo que os criadores deem mais atenção às fêmeas, investindo melhor na nutrição.


Um dos diferenciais da fazenda é a presença da família diariamente na operação. Além disso, o responsável pela gestão é o filho do dono que hoje tem menos de 20 ano e, apesar da pouca idade, é um ótimo gestor.



Intensificação ganha força


Ainda em Nova Xavantina, visitamos a segunda fazenda do dia, uma propriedade grande de 8 mil hectares, que sempre teve a criação de bois do modo tradicional. Com a morte do patriarca da família, o neto dele, de apenas 36 anos, começou a tocar a operação. Ele passou a ver a importância da intensificação e da tecnificação da fazenda e, aos poucos, está implantando novas metodologias


Um dos diferenciais da propriedade e também uma característica da região é que os pecuaristas estão buscando a intensificação para melhorar todos os índices zootécnicos, diferente do que vimos em outros estados, em que muitos confinamentos eram destinados apenas para produção de carne. Dessa vez, também está sendo fundamental a produção de bezerros.


Equipe 2

Finalizando o dia em Goiás, nossa equipe visitou a terceira fazenda, uma propriedade tradicional e eficiente, com estratégias bem definidas. O confinamento conta com estrutura para 20 mil animais, e este é exatamente o número de animais que os proprietários planejam terminar este ano.


Um dos diferenciais do trabalho deles é que realizam o sequestro dos bezerros, os levam para fazer a recria em uma outra fazenda pertencente aos donos, e depois terminam esses animais no confinamento. Os proprietários também realizam prestação de serviço com boitel.


O reencontro


A primeira parte do mapeamento no estado goiano foi realizada com sucesso! Agora nossa equipe 2 se despede de Mineiros e percorre mais 480 km de estrada até Nova Xavantina, onde os dois times voltam a se encontrar finalmente! #issoéconfinabrasil

PATROCINADORES

APOIO INSTITUCIONAL

APOIO DE MÍDIA

REALIZAÇÃO

Rua Coronel Conrado Caldeira, 578 | Bebedouro - SP - Brasil - 14701-000

+55 17 3343 5111 | +55 17 98107-2666confinabrasil@scotconsultoria.com.br

BM-logo02_branco.png

Copyright 2020.

  • Confina Brasil Instagram