• Por Bruno Santos

#Ep33 – Chegamos em Goiás!

Ao longo da última semana de setembro, com as nossas duas equipes a campo, nosso mapeamento tem sido mais dinâmico e ágil. Assim, vamos retratar como é a realidade da pecuária intensiva no Brasil da forma mais fiel possível.


confina brasil. rebanho visto do alto.

Com a nossa equipe 2, finalizamos a primeira parte de medições em Minas Gerais, e seguimos rumo a Rio Verde, já em Goiás. Na primeira visita do dia, conhecemos uma fazenda bem diversificada nos negócios.


Com a pecuária, os proprietários têm a meta de este ano abater 3 mil animais. Além disso, no local há ainda a produção de suínos, aves e estão também iniciando um novo projeto na agricultura.


confina brasil. rebanho confinado no cocho.

Ainda no município de Rio Verde, visitamos a segunda fazenda do dia. A propriedade, muito bem estruturada chama muito atenção pelo cuidado dos donos com os detalhes.


confina brasil. pecuarista ao lado do gado no confinamento.

O foco principal é o bem-estar dos animais, tanto que o confinamento é muito bem arborizado, proporcionando sombra e conforto a boiada. O grupo é focado em números, eficiência e precocidade. Atualmente abatem animais na faixa etária entre 14 e 16 meses, uma pecuária muito intensiva de ciclo completo.


Produção otimizada

confina brasil. gado no cocho.

Finalizando o dia em Goiás, nossa equipe visitou a terceira fazenda, uma propriedade tradicional e eficiente, com estratégias bem definidas. O confinamento conta com estrutura para 20 mil animais, e este é exatamente o número de animais que os proprietários planejam terminar este ano.


Um dos diferenciais do trabalho deles é que realizam o sequestro dos bezerros, os levam para fazer a recria em uma outra fazenda pertencente aos donos, e depois terminam esses animais no confinamento. Os proprietários também realizam prestação de serviço com boitel.


Enquanto isso em MT...

confina brasil. fiat toro da equipe saindo do confinamento.

No instante em que a equipe 2 seguia a expedição desbravando Goiás, nosso time 1 passou o dia em descolamento. Após finalizarem os trabalhos na região de Cuiabá, seguiram cerca de 700km até a cidade de Nova Xavantina. Nos próximos dias teremos mais novidades da pecuária mato-grossense. #issoéconfinabrasil.



  • Confina Brasil Instagram