• Equipe Confina Brasil

Sustentabilidade é a marca dos confinamentos do Mato Grosso

Confina Brasil vê pecuária sustentável, respeito aos animais e ao meio ambiente em terras mato-grossenses. Confira!

boi no confina brasil
ConfinAR - Sorriso (MT) / Foto por Agromovies

Responsabilidade pela parte operacional

boi no confina brasil
ConfinAR - Sorriso (MT) / Foto por Agromovies

Em Sorriso, passamos no Confinamento ConfinAR, onde uma empresa familiar iniciou os negócios com fêmeas Nelore e percebeu uma oportunidade de ganho nas primeiras compras de fêmeas de cruzamento Nelore/Angus. Além da melhor eficiência, a propriedade conseguiu premiação na venda ao frigorífico.


Foi uma oportunidade para agregar valor no negócio. Hoje, a família trabalha somente com fêmeas 1/2 Angus para conseguir bonificação e melhoria de eficiência na produção. A família capta recursos de investidores de fora do agro, mas que querem atuar na atividade. A ConfinAR se responsabiliza por toda a parte operacional.

pecuaristas no confina brasil
ConfinAR - Sorriso (MT) / Foto por Agromovies

A propriedade conta com sistema de monitoramento para os sócios acompanharem os animais e ter a vivência no confinamento sem precisar estar presente, não é boitel, somente aporte de capital. Os investidores olham para o negócio não como pecuária, mas como retorno financeiro, e o gado é o lastro de capital.


Atualmente, são 3 mil cabeças em terminação, com planos de expansão da estrutura para 10 mil animais. A empresa está crescendo e é muito interessante ver a família trabalhando junto, com empolgação, além da produção de carne de qualidade.


Confinamento como ferramenta para o sucesso da pecuária intensiva

Boi no cocho no confina brasil
Fazenda Bama - Juarama (MT) / Foto por Agromovies

Já em Juara, visitamos a Fazenda Bama, que é administrada por uma família oriunda do Paraná, que atua no ramo sucroalcooleiro, além da pecuária. A primeira fazenda foi adquirida ainda na década de 1970 e na época, começaram com pouca experiência. Hoje possuem um volume considerável de terras na região e cerca de 30 mil hectares.


Por aqui, se investem em cria, recria e engorda em confinamento, sendo que 60% dos animais são crias da propriedade. Eles participam do programa Geneplus, da Embrapa, produzem touros e animais comerciais para engorda e selecionam Nelore. Além de que recentemente começaram com Senepol.

Fazenda Bama - Juarama (MT) / Foto por Agromovies

A propriedade tem capacidade estática para 4.500 animais, recebe apoio técnico da Nutron, GA e conta com processo de gestão refinado, controlado e com bom resultado no confinamento. Vale destacar também que investem na agricultura e se intensifica a área de pastagem.


Preocupação com o meio ambiente

boi no confina brasil
Ramax Confinamento - Juara (MT) / Foto por Agromovies

Outra de nossas paradas, foi no Ramax Confinamento, em Juara. A propriedade tem capacidade estática para 11 mil animais e o abate atinge 35 mil animais no ano. O grupo exporta, principalmente, para a China e devido à alta demanda, trabalha com 30% gado próprio e 70% boitel e está nos planos abrir outro confinamento.


A parte sustentável chama a atenção, como é o caso da compostagem, a propriedade também faz a própria silagem, mas terceiriza o corte de mombaça, capim irrigado com dejetos da lagoa. Na época das águas, utilizará a compostagem no mombaça.


Foco na comercialização

boi no confina brasil
Fazenda São Francisco - Sinop (MT) / Foto por Agromovies

A Fazenda São Francisco, Sinop, propriedade de José Bazzo, que é consultor na região, termina 2 mil animais no ano, mas tem como principal característica a comercialização. A particularidade da propriedade é a terminação intensiva a pasto.


O proprietário consegue fazer boa comercialização tanto no momento da compra dos insumos para alimentação e gado de reposição. Já em relação a venda dos animais, ele negocia sempre o maior volume de insumos e também o boi gordo.


Pra você se localizar!

fiat strada no confina brasil

Confira o cronograma da 2ª Rota do Confina Brasil:

  • 26 de julho: Ji-Paraná, Rolim de Moura, Porto Velho (RO)

  • 26 e 27 de julho: Ariquemes, Ouro Preto d'Oeste (RO)

  • 27 de julho: Santa Luzia do Oeste, São Felipe do Oeste, Pimenta Bueno (RO)

  • 28 de julho: Pimenta Bueno (RO)

  • 28 e 29 de julho: Chupinguaia, Vilhena (RO)

  • 30 de julho: Corumbiara, Cerejeiras, Colorado do Oeste (RO)


  • 02 e 03 de agosto: Sapezal (MT)

  • 03 de agosto: Nova Mutum (MT)

  • 04 de agosto: Lucas do Rio Verde, Tapurah (MT)

  • 05 de agosto: Sorriso, Juara (MT)

  • 05 e 06 de agosto: Sinop (MT)

  • 09 de agosto: Guarantã do Norte, Nova Canaã do Norte, Colíder (MT)

  • 09 e 10 de agosto: Matupá (MT)

  • 10 de agosto: Nova Guarita (MT)


  • 12 e 13 de agosto: Santana do Araguaia (PA)

  • 13 de agosto: Casa de Tabua (PA)

  • 16 de agosto: Redenção e Rio Maria (PA)

  • 16, 17 e 19 de agosto: Xinguara (PA)

  • 17 de agosto: Xinguara, Água Azul do Norte (PA)

  • 18 de agosto: Canaã dos Carajás, São Felix do Xingú (PA)

  • 20 de agosto: Palmas (PA)

Quem está conosco nessa jornada?

equipe scot consultoria e fiat strada

O Confina Brasil 2021 tem apoio e Patrocínio Ouro das seguintes empresas:

Na cota Prata, contamos com as empresas:

A expedição conta ainda com o patrocínio da montadora Fiat e apoio institucional da Assocon, Embrapa Pecuária Sudeste, Embrapa Informática, Hospital de Amor de Barretos e Sociedade Rural Brasileira.


O foco do Confina Brasil

técnico scot consultoria no confina brasil
Fazenda São Francisco - Sinop (MT) / Foto por Agromovies

Vamos viajar por 11 estados, visitar 120 propriedades, além de atualizar de forma remota os confinamentos visitados em 2020, totalizando a pesquisa em 14 estados. No total, o estudo reúne informações de propriedades responsáveis pela terminação de mais de 2 milhões de bovinos em confinamento.


Que tal acompanhar a expedição em tempo real? Siga nossa página do Instagram no @confinabrasil, e acompanhe os Stories. #issoéconfinabrasil.