• Equipe Confina Brasil

Confinamentos do Paraná são exemplos de sustentabilidade e tecnologia

Confira como foi a última semana da primeira rota do Confina Brasil.

gado confinado no confina brasil
Fazenda Florão - Santa Elisa (PR)

Em constante expansão


Visitamos em Umuarama o Confinamento Recreio, que é o confinamento com maior capacidade estática do estado, com 10.800 cabeças e que deve encerrar o ano com 30 mil animais.


O plano por aqui é de expansão para os próximos dois anos, chegando a 11 mil cabeças. Percebemos que existe um preparo de baias para silagem e armazenagem de concentrado, o gado é padrão Nelore e nos chamou a atenção a utilização de DDG e WDG.


Melhorador de genética

angus cocho no confina brasil
Três Meninas - Cascavel (PR)

Na propriedade Angus Três Meninas, em Cascavel, o proprietário Aggassiz Linhares Neto, que é engenheiro agrônomo, é um apaixonado pela raça Angus. Ele começou com alguns animais para fazer engorda para corte e acabou gostando da raça.


Aggassiz é um melhorador de genética e faz seleção com uso de ferramentas e tecnologias, além de ver o Angus como muito positivo para a pecuária brasileira, desde que seja bem manejado, principalmente nas localidades mais quentes do Brasil.


A pecuária de trás para frente

técnico scot consultoria e pecuarista no confina brasil
Fazenda São Domingos - Cascavel (PR)

Visitamos a Fazenda São Domingos, também em Cascavel, de Fabio Padovani, que tem foco em sustentabilidade. Fabio pensou primeiro no destino dos dejetos e só depois na produção de carne, algo que é mais comum na produção de suínos.


A propriedade conta com biodigestor, no qual é feita inoculação com microrganismos para enriquecimento dos dejetos para melhor desempenho quando usado como adubo orgânico nas lavouras.


Uma curiosidade que reparamos, é o fato de fazerem o sistema de recuperação da microbiota existente na região. Eles vão até as florestas, fazem a coleta da fauna, replicam e aplicam nas lavouras e até no confinamento para ter uma melhor produção de biometano por meio do biodigestor.


Os produtores entenderam que tinham que fazer multiplicação de bactérias e aplicação ainda no confinamento. As bactérias que enriquecem os dejetos fazem captura da amônia, não deixando o desconforto respiratório nos animas.


Confinamento como ferramenta de reprodução

gado no confina brasil
Fazenda Genko - Santa Elisa (PR)

Outra de nossas parada foi na Fazenda Genko, em Santa Elisa, que usa o confinamento como ferramenta de reprodução e tem como desafio as novilhas primíparas. Assim que atingem o peso, são inseminadas e passam pelo toque para checagem do positivo. A partir daí, é decidido se ficam no confinamento ou engordam e vão para o abate.


A propriedade trabalha com Nelore e conta com suporte de consultores, o que não é comum no Paraná. Usa dieta com volumoso bem baixo concentrado, com o intuito de colocar peso e dar suporte para que as fêmeas tenham condição de emprenhar e cria bem os bezerros.


Tudo bem pensado

gado confinado no confina brasil
Fazenda Florão - Santa Elisa (PR)

Marcelo Borba é proprietário da Fazenda Florão, novamente em Santa Elisa. Com 89% do confinamento coberto da baia, sendo 60 baias de 15 animais, ele conta com curral de manejo e confinamento exemplares, onde consegue rebater e manejar os animais de maneira excelente.


Com logística otimizada e gado de excelente qualidade, o proprietário faz questão de comprar todos os animais e termina cerca de 4 mil animais no ano.


Pra você se localizar!

No dia 6 de julho, terça-feira, o Confina Brasil esteve em Umuarama, Santa Mônica, Santa Tereza do Oeste e Braganey. Já no dia 7, na quarta-feira, esteve em Loanda, Marilena, Terra Rica, Boa Ventura de São Roque e Luiziana.


Confira por onde o Confina Brasil passou na primeira rota da expedição:


  • 21 de junho: Viamão, Alto Feliz, São Lourenço do Sul (RS)

  • 22 de junho: São Sebastião do Cai, Farroupilha, Capão do Leão (RS)

  • 23 de junho: Cachoeira do Sul e Dom Pedrito (RS)

  • 24 de junho: São Sepé, Cachoeira do Sul e Uruguaiana (RS)

  • 25 de junho: Santiago e São Borja (RS)

  • 28 de junho: Ibicaré e Videira (SC)

  • 28 de junho: Santa Barbara do Sul e Chapada (RS)

  • 29 de junho: Frederico Westphalen (RS)

  • 29 de junho: Treze Tílias e Sul Brasil (SC)

  • 30 de junho: Salto Veloso, Macieira, Jardinópolis (SC)

  • 30 de junho, 1 e 2 de julho: Campo Erê (SC)

  • 01 de julho: Palmas e Coronel Vivida (PR)

  • 02 de julho: Coronel do Iguaçu, São João, Pato Branco (PR)

  • 5 de julho: Esperança Nova, Cascavel (PR)

  • 5 e 6 de julho: Umuarama (PR)

  • 6 de julho: Santa Mônica, Santa Tereza do Oeste, Braganey (PR)

  • 7 de julho: Loanda, Marilena, Terra Rica, Boa Ventura de São Roque, Luiziana (PR)

  • 8 de julho: Mandaguari, Barbosa Ferraz (PR)

  • 8 e 9 de julho: Paranavaí (PR)

Quem está conosco nessa jornada?

equipe scot consultoria e fiat strada

O Confina Brasil 2021 tem apoio e Patrocínio Ouro das seguintes empresas:

Na cota Prata, contamos com as empresas:

A expedição conta ainda com o patrocínio da montadora Fiat e apoio institucional da Assocon, Embrapa Pecuária Sudeste, Embrapa Informática, Hospital de Amor de Barretos e Sociedade Rural Brasileira.


A missão continua

técnicos scot consultoria no confina brasil
Três Meninas - Cascavel (PR)

Estamos rodando pelo Paraná e continuando a nossa missão para o mapeamento da pecuária intensiva. Vamos viajar por 11 estados, visitar 120 propriedades, além de atualizar de forma remota os confinamentos visitados em 2020, totalizando a pesquisa em 14 estados. No total, o estudo reúne informações de propriedades responsáveis pela terminação de mais de 2 milhões de bovinos em confinamento.


Vê se não esquece de seguir nossa página do Instagram no @confinabrasil, lá você acompanha toda a nossa rotina e fica por dentro de tudo. #issoéconfinabrasil.