• Equipe Confina Brasil

Uso de tecnologias e boa gestão contribuem para aumento da produtividade da pecuária em Tocantins

Confina Brasil fez suas primeiras visitas pela 3ª rota. Confira!

boi no cocho no confina brasil
Confinamento SPI - Gurupi (TO) / Foto por Agromovies

Tocantins é o primeiro estado que estamos de passagem pela 3ª rota do Confina Brasil 2021, a expedição que faz o mapeamento de 40% do gado confinado no país. Nas primeiras visitas em que fizemos, notamos o uso de modernas tecnologias e a boa gestão das propriedades de pecuária intensiva, que proporcionam bons indicadores de produção de carne bovina.


Exemplo de Pioneirismo

técnicos scot consultoria e pecuaristas no confina brasil
Fazenda Brejinho - Pedro Afonso (TO) / Foto por Agromovies

Começamos as visitas em Pedro Afonso, na Fazenda Brejinho, da família Damaceno, que é pioneira no estado. Os proprietários conseguiram um pedaço de terra no Programa de Desenvolvimento do Cerrado (Prodecer), na década de 70, por meio do investimento de japoneses que, preocupados com a produção de alimentos no mundo, fomentaram o desenvolvimento de tecnologias e do cerrado como um todo.

fazenda brejinho no confina brasil
Fazenda Brejinho - Pedro Afonso (TO) / Foto por Agromovies

Atualmente, o foco principal da fazenda é a agricultura, com cultivo próprio na maior parte da área disponível e arrendamento de terras. O confinamento conta com 95% de gado de compra anelorado e uma pequena parte é de cria da propriedade.

boi no cocho no confina brasil
Fazenda Brejinho - Pedro Afonso (TO) / Foto por Agromovies

Algo que nos chamou a atenção é a utilização de pó de rocha nas baias de confinamento. Antes de fechar os animais, os proprietários colocam nas baias cerca de 1 tonelada de pó de rocha por animal. O pó, que é rico em fósforo, se mistura com o esterco e quando é finalizado o ciclo do confinamento, faz-se a limpeza da baia e utiliza o esterco enriquecido com pó de rocha nas áreas de lavoura.


Animais de compra

boi no cocho no confina brasil
Fazenda Dois Córregos - Guaraí (TO) / Foto por Agromovies

A Fazenda Dois Córregos, localizada em Guaraí, do proprietário Antônio Meneguetti, possui capacidade estática para 1.800 cabeças e para 2021 o objetivo é abater 3 mil animais, além de expandir o confinamento. Grande parte dos animais por aqui é de compra, mas em outras propriedades também se realiza a cria. A estrutura produz silagem mombaça e possui armazém de grãos.


Controle e capricho

boi no cocho no confina brasil
Confinamento SPI - Gurupi (TO) / Foto por Agromovies

Em Gurupi, passamos pelo Confinamento SPI, que alimenta o frigorífico do próprio grupo. A estrutura tem boa gestão e organização, 10 mil cabeças estáticas e previsão de aumento para 20 mil. O proprietário acompanha todo o processo e tem grande preocupação com os animais, seja na higienização dos currais, disponibilização de água e retirada do esterco para não virar barro, entre várias outras.

Confinamento SPI - Gurupi (TO) / Foto por Agromovies

As instalações são muito bem controladas para melhorar a eficiência dos animais no confinamento, que está em expansão e recebe investimentos em sustentabilidade, incluindo a captação da água até compostagem.


Produção de fêmeas para abastecer o supermercado

boi no cocho no confina brasil
Confinamento Iguatu - Gurupi (TO) / Foto por Agromovies

Os proprietários da Fazenda Iguatu, também Gurupi, são donos de um supermercado e parte do confinamento é composto por fêmeas engordadas especificamente para venda ao varejo. O confinamento conta com 1.500 cabeças estáticas e é muito bem gerido.

Confinamento Iguatu - Gurupi (TO) / Foto por Agromovies

A produção de fêmeas é voltada para o abastecimento do supermercado e mesmo sendo a maioria da raça Angus, os animais não são submetidos a dietas com alto nível de energia, uma vez que os consumidores do mercado de Gurupi prezam por uma carne macia e com bom acabamento, mas não tão extremo como no Sudeste do Brasil.


Pra você se localizar!

fiat strada no confina brasil
Confinamento Iguatu - Gurupi (TO) / Foto por Agromovies

Cronograma da 3ª rota do Confina Brasil:

  • 08 de setembro: Gurupi, Pedro Afonso, Guaraí (TO)

  • 09 de setembro: Figueirópolis, Sandolândia, Araguaína (TO)

  • 10 de setembro: Araguaçu, Talismã, Aragominas, Santa Fé do Araguaia (TO)

  • 13 de setembro: Peixe, Divinópolis do Tocantins, Marianópolis do Tocantins (TO)

  • 14 de setembro: Pium, Silvanópolis (TO)


  • 13, 14 e 15 de setembro: Luís Eduardo Magalhães (BA)

  • 15 de setembro: São Desidério (BA)

  • 16 de setembro: Correntina, Cotegipe (BA)

  • 17 de setembro: Jaborandi (BA)


  • 17 de setembro: Montes Claros (MG)

  • 20 de setembro: Pirapora (MG)

  • 21 de setembro: Engenheiro Navarro, Governador Valadares (MG)

  • 22 de setembro: Nanuque (MG)


  • 22 de setembro: Conceição do Castelo (ES)

  • 23 de setembro: Montanha, Vila Velha (ES)


  • 24 de setembro: Macaé (RJ)

  • 27 de setembro: Saupacia, Vassouras (RJ)


Quem está conosco nessa jornada?

equipe scot consultoria e fiat strada

O Confina Brasil 2021 tem apoio e Patrocínio Ouro das seguintes empresas:

Na cota Prata, contamos com as empresas:

A expedição conta ainda com o patrocínio da montadora Fiat e apoio institucional da Assocon, Embrapa Pecuária Sudeste, Embrapa Informática, Hospital de Amor de Barretos e Sociedade Rural Brasileira.


A nossa meta

técnico scot consultoria no confina brasil
Fazenda Brejinho - Pedro Afonso (TO) / Foto por Agromovies

Vamos viajar por 11 estados, visitar 120 propriedades, além de atualizar de forma remota os confinamentos visitados em 2020, totalizando a pesquisa em 14 estados. No total, o estudo reúne informações de propriedades responsáveis pela terminação de mais de 2 milhões de bovinos em confinamento.


Siga nossa página do Instagram no @confinabrasil e acompanhe a nossa rotina vendo boi de cocho. #issoéconfinabrasil.